Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


As três cidades mais verdes do mundo

por Mäyjo, em 28.02.13

As três cidades mais verdes do mundo

 

Vancouver, Cidade do Cabo e Abu Dhabi foram as vencedoras dos World Green Building Council’s Government Leadership Awards, que elegem as cidades com as infra-estruturas mais sustentáveis do mundo.

A competição (organizada pelo ICLEI e pela UN-HABITAT) deste ano tinha como base a Excelência Global nas Políticas Sustentáveis Locais dos Edifícios, refere o Inhabitat. As cidades vencedoras foram distinguidas pelas políticas e práticas que maximizam as oportunidades dos construtores mitigarem o seu impacto ambiental e anunciadas à margem da COP 19, que decorre em Varsóvia.

Vancouver, no Canadá (e na foto), venceu a categoria de “Best Green Building Policy” pelo seu “Plano de acção para uma cidade mais verde em 2020”. Como parte do seu objectivo de se tornar a cidade mais verde do mundo, as instituições locais estão a trabalhar com os moradores para promulgar mudanças radicais na forma como a cidade lida com as emissões de carbono, resíduos e gestão dos ecossistemas.

Alguns dos objectivos de Vancouver são bastante ambiciosos: todos os edifícios construídos de 2020 em diante devem ser neutros em carbono; redução de 20% do consumo de energia e emissão de gases com efeito de estufa nos edifícios já existentes até 2020; construção de um corredor verde de 28 quilómetros ao longo da costa, bem como a construção e uma ciclovia para transformar o sistema de transportes públicos.

A Cidade do Cabo foi reconhecida pelo seu programa de eficiência energética, que pretende reduzir o consumo de energia na cidade. Para que tal programa possa ser concretizado, o sistema de iluminação e sinalização luminosa foram melhorados, assim como as infra-estruturas públicas.

Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, foi reconhecida pelo seu Estidama Pearl Rating System, que incentiva vários desenvolvimentos locais, através do apoio à conservação da água, redução do consumo de energia e do lixo e incentivo à reciclagem.


Foto:  Qole Pejorian / Creative Commons


in: Green Savers

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:31

Carrinho ecológico para bebés chega em breve a Portugal

por Mäyjo, em 18.02.13

Carrinho ecológico para bebés chega em breve a Portugal (com FOTOS)

 

Uma empresa holandesa, a Greentom, desenvolveu a primeira cadeira de rua para bebés totalmente ecológica, construído a partir de materiais reciclados. O chassis é fabricado a partir de 5,6 quilogramas de plástico reciclado e o tecido é feito de 62 garrafas de plástico reciclado. Também os parafusos utilizados são reciclados.

De todos os componentes, apenas as rodas não são feitas a partir de materiais reciclados, sendo em borracha. No entanto, a Greentom está a trabalhar para que também as rodas possam ser feitas com materiais reciclados, para que o carrinho se torne 100% ecológico.

O chassis está disponível em quatro cores: preto, branco, cinzento e amarelo pálido. O tecido está disponível em dez cores: laranja, verde-menta, azul petróleo, verde azeitona, vermelho, azul, amarelo pálido, cor-de-rosa e preto. Está ainda em desenvolvimento um outro tipo de tecido, feito de juta e garrafas de plástico, que vai estar disponível em seis cores.

No total, a cadeira de rua pesa cerca de sete quilogramas e pode ser utilizada desde os seis meses. Porém, a marca holandesa está já a trabalhar numa alcofa, também ecológica. A cadeirinha custa cerca de €249 (R$769,1).

Esta cadeira de rua ecológica já ganhou vários prémios internacionais, nomeadamente o Innovation Award da maior feira de produtos para bebés em Colónia, a Kind Und Jugend.

Actualmente, o carrinho da Greentom apenas está à venda na Holanda. Porém, a marca está já a trabalhar para que possa começar a ser comercializado em Portugal. Eduarda Tavares, da agência Perfect Fit Services, que está a trabalhar com a Greentom para que o carrinho comece a ser comercializado em Portugal, explicou ao GreenSavers que a marca está em período de negociações com lojas independentes em todo o país e que “garantidamente estará à venda num local próximo dos consumidores”.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:31


Este blog disponibiliza informação com utilidade para quem se interessa por Geografia. Pode também ajudar alunos que por vezes andam por aí desesperados em vésperas de teste, e não só, sem saber o que fazer...

Mais sobre mim

foto do autor


Siga-nos no Facebook

Geografando no Facebook

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

calendário

Fevereiro 2013

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
2425262728

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.



Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D