Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

As três cidades mais verdes do mundo

Mäyjo, 28.02.13

As três cidades mais verdes do mundo

 

Vancouver, Cidade do Cabo e Abu Dhabi foram as vencedoras dos World Green Building Council’s Government Leadership Awards, que elegem as cidades com as infra-estruturas mais sustentáveis do mundo.

A competição (organizada pelo ICLEI e pela UN-HABITAT) deste ano tinha como base a Excelência Global nas Políticas Sustentáveis Locais dos Edifícios, refere o Inhabitat. As cidades vencedoras foram distinguidas pelas políticas e práticas que maximizam as oportunidades dos construtores mitigarem o seu impacto ambiental e anunciadas à margem da COP 19, que decorre em Varsóvia.

Vancouver, no Canadá (e na foto), venceu a categoria de “Best Green Building Policy” pelo seu “Plano de acção para uma cidade mais verde em 2020”. Como parte do seu objectivo de se tornar a cidade mais verde do mundo, as instituições locais estão a trabalhar com os moradores para promulgar mudanças radicais na forma como a cidade lida com as emissões de carbono, resíduos e gestão dos ecossistemas.

Alguns dos objectivos de Vancouver são bastante ambiciosos: todos os edifícios construídos de 2020 em diante devem ser neutros em carbono; redução de 20% do consumo de energia e emissão de gases com efeito de estufa nos edifícios já existentes até 2020; construção de um corredor verde de 28 quilómetros ao longo da costa, bem como a construção e uma ciclovia para transformar o sistema de transportes públicos.

A Cidade do Cabo foi reconhecida pelo seu programa de eficiência energética, que pretende reduzir o consumo de energia na cidade. Para que tal programa possa ser concretizado, o sistema de iluminação e sinalização luminosa foram melhorados, assim como as infra-estruturas públicas.

Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, foi reconhecida pelo seu Estidama Pearl Rating System, que incentiva vários desenvolvimentos locais, através do apoio à conservação da água, redução do consumo de energia e do lixo e incentivo à reciclagem.


Foto:  Qole Pejorian / Creative Commons


in: Green Savers

Carrinho ecológico para bebés chega em breve a Portugal

Mäyjo, 18.02.13

Carrinho ecológico para bebés chega em breve a Portugal (com FOTOS)

 

Uma empresa holandesa, a Greentom, desenvolveu a primeira cadeira de rua para bebés totalmente ecológica, construído a partir de materiais reciclados. O chassis é fabricado a partir de 5,6 quilogramas de plástico reciclado e o tecido é feito de 62 garrafas de plástico reciclado. Também os parafusos utilizados são reciclados.

De todos os componentes, apenas as rodas não são feitas a partir de materiais reciclados, sendo em borracha. No entanto, a Greentom está a trabalhar para que também as rodas possam ser feitas com materiais reciclados, para que o carrinho se torne 100% ecológico.

O chassis está disponível em quatro cores: preto, branco, cinzento e amarelo pálido. O tecido está disponível em dez cores: laranja, verde-menta, azul petróleo, verde azeitona, vermelho, azul, amarelo pálido, cor-de-rosa e preto. Está ainda em desenvolvimento um outro tipo de tecido, feito de juta e garrafas de plástico, que vai estar disponível em seis cores.

No total, a cadeira de rua pesa cerca de sete quilogramas e pode ser utilizada desde os seis meses. Porém, a marca holandesa está já a trabalhar numa alcofa, também ecológica. A cadeirinha custa cerca de €249 (R$769,1).

Esta cadeira de rua ecológica já ganhou vários prémios internacionais, nomeadamente o Innovation Award da maior feira de produtos para bebés em Colónia, a Kind Und Jugend.

Actualmente, o carrinho da Greentom apenas está à venda na Holanda. Porém, a marca está já a trabalhar para que possa começar a ser comercializado em Portugal. Eduarda Tavares, da agência Perfect Fit Services, que está a trabalhar com a Greentom para que o carrinho comece a ser comercializado em Portugal, explicou ao GreenSavers que a marca está em período de negociações com lojas independentes em todo o país e que “garantidamente estará à venda num local próximo dos consumidores”.